• VTEM Image Show
  • VTEM Image Show
  • VTEM Image Show

Prefeitura divulga calendário dos feriados e pontos facultativos para o ano de 2015 em Petrolina

A Prefeitura Municipal de Petrolina divulgou, na última segunda-feira (26), o calendário dos feriados e pontos facultativos para este ano de 2015. O  decreto nº 006/2015, ressalta que “o disposto neste decreto não se aplica às atividades que por sua natureza são consideradas essenciais e/ou emergenciais, que se desenvolverão conforme escalas próprias definidas pelos órgãos responsáveis”. Ou seja, serviços como atendimento de urgência e emergência da Saúde e o atendimento da Guarda Municipal funcionam normalmente.

Segue a relação dos feriados nacionais, municipais e pontos facultativos do ano:

16 de fevereiro (Segunda-feira) - Carnaval - Ponto Facultativo
17 de fevereiro (Terça-feira) - Carnaval - Ponto Facultativo
18 de fevereiro (Quarta-feira) Cinzas – Expediente a partir das 13h
02 de abril (Quinta-feira) - Ponto Facultativo
03 de abril (Sexta-feira) – Paixão de Cristo – Feriado Municipal
20 de abril (Segunda-feira) - Ponto Facultativo
21 de abril (Terça-feira) - Feriado Nacional
01 de maio (Sexta-feira) – Dia do Trabalhador - Feriado Nacional
04 de junho (Quinta-feira) – Corpus Chisti - Feriado Municipal
05 de junho (Sexta-feira) - Ponto Facultativo
24 de junho (Quarta-feira) – São João - Feriado Municipal
15 de agosto (Sábado), -Nossa Senhora Rainha dos Anjos - Feriado Municipal
07 de setembro (Segunda-feira) - Independência do Brasil - Feriado Nacional
21 de setembro (Segunda-feira) – Emancipação Politica do Município de Petrolina - Feriado Municipal
12 de outubro (Segunda-feira) – Nossa Senhora Aparecida - Feriado Nacional
28 de outubro (Quarta-feira) – Dia do Servidor - Ponto Facultativo
02 de novembro (Segunda-feira) – Finados - Feriado Nacional
15 de novembro (Domingo) – Proclamação da República - Feriado Nacional
24 de dezembro (Quinta-feira) - Ponto Facultativo
25 de dezembro (Sexta-feira) – Natal - Feriado Nacional
31 de dezembro (Quinta-feira) - Ponto Facultativo

Com informações da Ascom/PMP

Sindsemp divulga 7ª relação de alvarás do Igeprev

O Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (Sindsemp) está entregando mais uma relação de alvarás de pagamento ao servidores, referente ao ressarcimento de descontos indevidos efetuados pelo Instituto Geral de Previdência (Igeprev). Os servidores que tiverem o nome na lista, devem comparecer a sede do Sindsemp, que fica localizada na Rua Justina Freire, Vila Mocó, retirar o alvará para sacar o dinheiro.
O pagamento é o resultado da ação movida pelo Sindsemp em 2010 contra o município. Nesta ação o sindicato pedia que fossem canceladas as cobranças indevidas na previdência, pelo Igeprev sobre o terço de férias dos trabalhadores pelas gestões assim como o ressarcimento destes descontos. Em 2013, a justiça determinou que a prefeitra concedesse um reajuste retroativo dos últimos cinco anos (2005-2010) a todos os servidores municipais.

Confira a lista no link. 

Ascom/ Sindsemp Karine Nascimento

Papel da CUT e dos movimentos é combater retrocesso

parizotti

Para presidente da Central, apostar na derrubada da economia para conter inflação coloca em risco o emprego e as conquistas dos últimos 12 anos. Vagner Freitas destaca que governo começa errado ao adotar agenda derrotada nas eleições.

O ano de 2015 não seria fácil e isso o movimento sindical já sabia logo após o final das eleições. A posse de um Congresso ainda mais reacionário que o anterior e as cobranças da coalisão que ajudou a eleger a presidenta Dilma eram garantia de muitas pedras no caminho para a continuidade do desenvolvimento com distribuição de renda e inclusão social.

Surpreendente foi o pacote de medidas que o governo federal anunciou de início, por meio de Medidas Provisórias (MPs) 664 e 665, que atacavam conquistas caras aos trabalhadores, especialmente os mais pobres, como o seguro-desemprego e o abono salarial.

Nessa segunda (19), em reunião da CUT e das demais centrais sindicais com os ministros da Secretaria-Geral da Presidência da República (Miguel Rosseto), do Planejamento (Nelson Barbosa), da Previdência (Eduardo Gabas) e do Trabalho (Manoel Dias), o Executivo frustrou as expectativas ao dizer que não revogaria as medidas. Mas, ao menos acenou com a possibilidade de mudanças no conteúdo das ações.

Em entrevista, o presidente nacional da CUT, Vagner Freitas, destaca que o princípio de derrubar a economia para conter a inflação é um equívoco, tanto quanto abrir o capital da Caixa Econômica Federal. Ele apontou ainda que a Central terá como eixo central de 2015 a luta por direitos e contra a direita e defendeu uma manifesto em defesa da Petrobrás.

Portal da CUT – O que a reunião de ontem com os ministros tirou de concreto?
Vagner Freitas

A CUT deixou claro ao governo que é contrária às medidas provisórias. Contrária à forma, porque foram feitas sem negociação conosco, e ao conteúdo, porque os trabalhadores não arcarão com a conta de um ajuste fiscal que o governo queira fazer. O governo chegou dizendo que não é retirada de direitos, mas é sim e não temos concordância com isso. Há outros atores na sociedade com muito mais condições de arcarem com esse ajuste do que os trabalhadores que acessam o salário–desemprego, a pensão por morte, o auxílio-doença. Falamos para o governo, por exemplo, tributar as grandes fortunas. O sujeito compra iate, lancha e não é tributado. Assim como não é mais necessário o Brasil ter uma ditadura do superávit primário. O tempo todo estamos condicionando a economia ao pagamento aos rentistas. Deve haver equalização das contas, porém, o governo está, inclusive, utilizando argumentos inconsistentes ao dizer que há fraude nos benefícios. Temos que fazer análise e punir os fraudadores, mas não simplesmente alegar que todo o sistema é fraudulento. Além disso, o valor da economia é irrisório para as contas do governo e muito caro para os trabalhadores que perdem o direito.

Leia mais...

Prefeitura Municipal de Petrolina divulga calendário de pagamento 2015

 

A Prefeitura Municipal de Petrolina (PMP) divulgou, na última sexta-feira (17), o calendário de pagamento 2015 dos servidores municipais. Confira abaixo:
Calendário
Mês - Data
Janeiro - 30
Fevereiro - 27
Março - 31
Abril - 30
Maio - 29
Junho - 30
Julho - 31
Agosto -31
Setembro - 30
Outubro - 30
Novembro - 30
Dezembro - 23
1ª parcela 13º - 20.06
2ª parcela 13º - 20.12

Negros brasileiros querem oportunidades iguais para todos

marcha paulista negro

A Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas) decretou no dia 23 de dezembro esta década como a Internacional de Afrodescendentes (de 1º de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2024). A ONU pretende usar o tema, “Afrodescendentes: reconhecimento, justiça e desenvolvimento”, para aprofundar o debate acerca do racismo em todas as suas nuances nos 206 países existentes. “O decreto da ONU pode ajudar nas questões institucionais no país em relação aos direitos universais como saúde, trabalho, educação, entre outros”, revela Mônica Custódio, secretária de Promoção da Igualdade Racial da CTB.
“O Estado brasileiro desde 2003 vem implementando políticas públicas importantes para o combate a todas as formas de discriminação na tentativa de promover igualdade de oportunidades para todos”, acentua a cetebista carioca. “Essas políticas deixam de existir, porém, quando os municípios não absorvem e não levam a cabo a realização delas”, reclama.
Por isso, para Mônica, os movimentos sociais organizados têm papel preponderante para se buscar a implementação desses projetos, “necessários para se combater a desigualdade”, reafirma. “Se queremos um país mais justo e igual é fundamental que se promovam políticas de atendimento à juventude”, defende. “As centrais sindicais podem ser o elo de aglutinação com os movimentos sociais para elevar o patamar das lutas por igualdade racial”, acentua.

Leia mais...